RISERVA DI AMARONE DELLA VALPOLICELLA CLASSICO DOC

RISERVA DI  AMARONE DELLA VALPOLICELLA CLASSICO DOC


O Riserva di Costasera Amarone é originado a partir dos mesmos vinhedos que o Costasera Amarone, localizados em Valpolicella Classico, em encostas com vista para o Lago Garda – que reflete a luz solar, beneficiando a maturação das uvas. Foi considerado, nas últimas safras, sempre um vinho excepcional por Robert Parker, com mais de 90 pontos. Tem um nariz opulento, com ameixas, cerejas, frutas cozidas, toques tostados, de café, chocolate e especiarias doces. É um vinho denso, nervoso, com textura de taninos aveludados, grande potência e profundidade. Trata-se de um corte tradicional de Corvina (a única variedade que desenvolve botrytis, podridão nobre, durante o appassimento), Rondinella, Molinara e a ancestral Oseleta, que agrega estrutura e cor ao vinho final. Depois da colheita, no início de outubro, os cachos selecionados seguem para o appassimento até meados de fevereiro – processo pelo qual as uvas perdem 40% do peso original, ficando muito concentradas. A fermentação alcoólica é realizada em grandes cascos de carvalho da Eslovênia e em tanques de inox. Já para a maturação do vinho são utilizadas barricas de 600 litros, novas e usadas, de carvalho da Eslovênia e francês, durante 38 a 40 meses.
FRETE GRÁTIS
RISERVA DI AMARONE DELLA VALPOLICELLA CLASSICO DOC
REF: 3969-26261287
Disponibilidade: 3 dias úteis
Quantidade
R$ 529,89
Em até 6x de R$ 88,32



Mais informações sobre este produto:

O Riserva di Costasera Amarone é originado a partir dos mesmos vinhedos que o Costasera Amarone, localizados em Valpolicella Classico, em encostas com vista para o Lago Garda – que reflete a luz solar, beneficiando a maturação das uvas. Foi considerado, nas últimas safras, sempre um vinho excepcional por Robert Parker, com mais de 90 pontos. Tem um nariz opulento, com ameixas, cerejas, frutas cozidas, toques tostados, de café, chocolate e especiarias doces. É um vinho denso, nervoso, com textura de taninos aveludados, grande potência e profundidade. Trata-se de um corte tradicional de Corvina (a única variedade que desenvolve botrytis, podridão nobre, durante o appassimento), Rondinella, Molinara e a ancestral Oseleta, que agrega estrutura e cor ao vinho final. Depois da colheita, no início de outubro, os cachos selecionados seguem para o appassimento até meados de fevereiro – processo pelo qual as uvas perdem 40% do peso original, ficando muito concentradas. A fermentação alcoólica é realizada em grandes cascos de carvalho da Eslovênia e em tanques de inox. Já para a maturação do vinho são utilizadas barricas de 600 litros, novas e usadas, de carvalho da Eslovênia e francês, durante 38 a 40 meses.

Você não achou o produto que procurava?