Brolo Campofiorin Oro Rosso Del Veronese

Brolo Campofiorin Oro Rosso Del Veronese





Da mesma forma que o Campofiorin, o Brolo Campofiorin Oro é considerado um "Supervenetian” e talhado segundo o original método de dupla fermentação criado pela Masi. A diferença é que este tinto tem no corte a ancestral variedade Oseleta, além de Corvina e Rondinella. A Oseleta amadurece mais tarde e é vinificada separadamente. No final de novembro, o vinho jovem, recém-elaborado, volta a fazer a fermentação alcoólica durante 15 dias graças à adição de 30% de Corvina ligeiramente desidratada pelo appassimento. Em seguida, é realizada a fermentação malolática e há estágio de 24 meses em barricas de carvalho francês (70%) e da Eslavônia (30%) de 600 litros. Surge, desta forma, um tinto rico, aveludado, complexo e elegante, com potencial de guarda de 20 anos ou mais! "A própria Agricola Masi chama o vinho, de brincadeira, de mini Amarone. Denso, aromático, muito macio na boca, com acidez e texturado, coisa tão rara em vinhos, um aspecto tátil na língua”, segundo o crítico Luiz Horta.
FRETE GRÁTIS
Brolo Campofiorin Oro Rosso Del Veronese
REF: 3967-06803591
Disponibilidade: 3 dias úteis

De: R$  289,90 Por: R$ 239,90
Em até 6x de R$ 39,98


Mais informações sobre este produto:

Da mesma forma que o Campofiorin, o Brolo Campofiorin Oro é considerado um "Supervenetian” e talhado segundo o original método de dupla fermentação criado pela Masi. A diferença é que este tinto tem no corte a ancestral variedade Oseleta, além de Corvina e Rondinella. A Oseleta amadurece mais tarde e é vinificada separadamente. No final de novembro, o vinho jovem, recém-elaborado, volta a fazer a fermentação alcoólica durante 15 dias graças à adição de 30% de Corvina ligeiramente desidratada pelo appassimento. Em seguida, é realizada a fermentação malolática e há estágio de 24 meses em barricas de carvalho francês (70%) e da Eslavônia (30%) de 600 litros. Surge, desta forma, um tinto rico, aveludado, complexo e elegante, com potencial de guarda de 20 anos ou mais! "A própria Agricola Masi chama o vinho, de brincadeira, de mini Amarone. Denso, aromático, muito macio na boca, com acidez e texturado, coisa tão rara em vinhos, um aspecto tátil na língua”, segundo o crítico Luiz Horta.